Fruto do desenvolvimento e da modernização da sociedade portuguesa, a percepção da importância do ensino da Música em geral e do ensino especializado em particular, tem-se vindo a alterar profundamente nos últimos anos. Não se trata, já, de equacionar a adesão a um acessório do percurso educativo dos nossos jovens (o velho "tocar piano e falar francês") - a educação musical especializada é hoje encarada como parte integrante da formação das crianças e jovens, numa perspectiva que não exclui, antes equaciona, a adesão a opções profissionais relacionadas com a Música e a Cultura. Assim, em quase duas décadas e meia de existência, o Conservatório de Música de Coimbra, enquanto Escola Artística, tem vindo a desempenhar um papel único no panorama educativo da sua área geográfica de influência.

Existem motivos para encarar o momento actual do ensino artístico especializado com entusiasmo. Após um longo período de estagnação nas diversas áreas deste subsistema temos vindo a assistir (a participar) a profundas reformas que vão desde a reformulação dos regimes de frequência à requalificação/edificação de equipamentos e regularização da situação profissional dos docentes.

Para o Conservatório de Música de Coimbra iniciou-se já um tempo de grandes transformações. Com a elaboração do Projecto de Reorganização da Escola - amplamente participada por docentes, encarregados de educação e alunos – iniciou-se uma nova fase da vida da Escola, que se espera venha a ser de aprofundamento da sua acção educativa.

A implementação do modelo de gestão consagrado no Decreto-Lei 75/2008, de 22 de Abril, vem, enquanto factor de transformação, juntar-se a desafios novos, tais como:

  • A "habitação" do novo edifício a possibilitar a obtenção de condições ideais de funcionamento;
  • O encontro, a curto prazo, dos Projectos Educativos do Conservatório e da Escola Secundária da Quinta das Flores;
  • A aquisição de uma nova valência – o ensino da Dança – naquela que será a segunda experiência nacional, a nível oficial, neste domínio;
  • A possibilidade de diversificar a oferta educativa possibilitando o acesso à educação e/ou à certificação de novos públicos escolares;
  • A possibilidade de inscrever o Auditório do Conservatório na oferta cultural da Cidade e da Região.

Este é, também, um tempo de estabilização da situação profissional do corpo docente, concluído o processo de profissionalização em serviço de significativa parte do Corpo Docente e a publicação do decreto-lei nº69/2009, de 20 de Março, a que se deverá seguir a aplicação referente a prenchimento de necessidades permanentes a nível do Corpo Docente.

Num tal contexto, a tarefa principal do Conservatório de Música de Coimbra permanece o fortalecimento de uma modalidade de ensino cuja missão assume uma importância central nas sociedades culturalmente desenvolvidas. Trata-se de apontar caminhos que permitam munir os nossos alunos das ferramentas do conhecimento com as quais hão-de desenhar futuros...

Feedback

Contactos

Morada
Rua Pedro Nunes
3030-199 Coimbra

Telefone
+351 239 70 16 80

Fax
+351 239 70 36 98

Email
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Ir para o topo